Vereadores dizem quais são as prioridades do futuro mandato

ELVIS PEREIRA
DE SÃO PAULO

Os vereadores paulistanos iniciam na próxima terça (5) os trabalhos da 16ª legislatura da Câmara. E, por enquanto, parte deles não sabe -ou prefere não dizer- qual projeto deverá marcar sua passagem pela Casa nos próximos quatro anos.

sãopaulo procurou os 55 políticos, quase a metade em seu primeiro mandato, e fez duas perguntas:
1) Qual será o principal projeto que apresentará durante o mandato;
2) À qual área pretende se dedicar.

A maioria, 50, respondeu. Quatro optaram pelo silêncio e Conte Lopes (PTB) não foi localizado. Entre os que atenderam à reportagem, 31 mencionaram suas prioridades ou a primeira ideia que planejam levar adiante --parte deles, porém, resgatou projeto já apresentado na legislatura anterior. Os demais não elegeram um projeto ou responderam de forma genérica.

  Lucas Lima/Folhapress  
Câmara Municipal de São Paulo, na região central da cidade; ano legislativo começa na terça (5/2)
Câmara Municipal de São Paulo, na região central da cidade; ano legislativo começa na terça (5/2)

 

As propostas envolvem principalmente a rede de saúde. Em segundo, questões voltadas à organização e a melhorias do espaço urbano. O restante aborda transporte, trânsito, segurança, educação, cultura e religião.

Não houve menção a homenagens, batismos de vias e novas datas, que na última legislatura corresponderam a mais de 80% dos projetos.

 

Continue lendo a matéria no jornal Folha de S.Paulo