Em período eleitoral, vereadores marcam presença e somem do plenário

12/09/2018 20:06

Por Alecir Macedo - Integrante do Adote Um Vereador

 

Na sessão extraordinária de hoje, 12/09, estava pautado o Projeto de Lei nº 246/18, do Executivo, para segunda votação. Após declaração de voto, favorável, do vereador José Police Neto (PSD), Alessando Guedes (PT) declaraou voto contrário de sua bancada e o vereador Cláudio Fonseca declarou voto favorável da bancada do PPS. O presidente Milton Leite (DEM) colocou em votação simbólica, aparentemente por acordo de lideranças, e foi surpreendido quando o vereador Fernando Holiday (DEM) solicitou votação nominal. Sem disfarçar sua contrariedade, o presidente suspendeu a sessão por um minuto para discussão. O vereador João Jorge (PSDB), líder do governo, tentou convencer o vereador Holiday a desistir de sua solicitação. O vereador Fernando Holiday, que já havia declarado voto contrário na primeira votação, não cedeu e a votação nominal ocorreu.

A atitude inesperada do vereador Fernando Holiday causou desespero total da liderança do governo, o vereador Dalton Silvano (DEM) foi ao microfone fazer apelo aos demais vereadores, para que voltassem ao plenário afim de votar o projeto. Emfin o quórum foi alcançado para votação e o placar de 27 votos favoráveis, 04 contrários e uma abstenção deixou o projeto pedente de votação por não alcançar a maioria absoluta dos votos favoráveis.

O vídeo abaixo mostra o desespero de nossos representantes:

 

 

Em seguida foi aberta nova sessão extraordinária e o PL 246/18 foi aprovado em segunda votação, a sessão foi encerrada e os vereadores voaram felizes para suas campanhas.

 

 

Fica aqui o registro de que desde que começou a corrida eleitoral, não estão ocorrendo sessões às quinta-feiras, por acordo entre nossos ilustres representantes.