Floriano Pesaro (PSDB)

Floriano Pesaro (PSDB)

Floriano Pesaro (PSDB)

Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB)

 

 


Telefone: (0xx11) 3396-4664 

E-mail: contato@florianopesaro.com.br

 

 

Cadastre-se e participe do mandato do vereador com propostas, sugestões e receba informativos.

Biografia

 

Em seu 3º ano de mandato, Floriano Pesaro é o líder da bancada do PSDB na Câmara Municipal de São Paulo e membro da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). Ele ganhou, em 2011, o Prêmio de Boas Práticas Legislativas (1ª edição), com o projeto Aquisição de Papéis com Certificação”, na categoria “Inovação”. Também foi finalista na categoria “Excelência”, com a Lei 15.276, que estabelece diretrizes para a Política Municipal de Prevenção e Combateao Trabalho Infantil em Suas Piores Formas. O Prêmio é uma parceria entre o Instituto do Legislativo Paulista da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, a Fundação Mario Covas, a Escola de Artes e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo e a União dos Vereadores do Estado de São Paulo (Uvesp).

Natural de São Paulo, Floriano é sociólogo formado pela USP, com especialização em Processo Legislativo e Relações Executivo/ Legislativo pela UNB. Fez curso de Extensão na Escola de Governo de São Paulo. Em 2008, foi eleito vereador de São Paulo com 31.733 votos.

Entre seus projetos que se tornaram leis municipais, destacam-se:
- Lei 15.276/2010: Política de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil.
- Lei 15.092/2010: Coleta de lixo com horário marcado.
- Lei 14.949/2009: Programa de Incentivo à Rede de Comércio Solidário da Cidade de São Paulo.

No ano passado, Floriano foi membro da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), presidente da Comissão Extraordinária do Meio Ambiente e presidente da Frente Parlamentar em Defesa das Microempresas, Empresas de Pequeno Porte, dos Microempreendedores Individuais e das Cooperativas. Em 2009, ele participou da Comissão Extraordinária Permanente em Defesa dos Direitos da Criança, do Adolescente e da Juventude (vice-presidente), da Comissão de Finanças e Orçamento, da Comissão Parlamentar de Inquérito da Pedofilia e de Enfrentamento à Violência Sexual Infanto – Juvenil, da Frente Parlamentar para implantação do Conselho de Representantes da Cidade de São Paulo (vice-presidente) e da Subcomissão de Acompanhamento do Plano de Metas 2012 (relator).

Atualmente, é membro do Conselho Municipal da Juventude (1ª gestão), como representante da Câmara Municipal, e faz parte do corpo de conselheiros do Consocial (Conselho Superior de Responsabilidade Social), órgão técnico da FIESP. Floriano milita na vida política da cidade e profere palestras em universidades, institutos e empresas, com o tema “Desenvolvimento Humano e Social”. Também é integrante do CIAM (Centro Israelita de Apoio Multidisciplinar). Em novembro de 2009, Floriano foi eleito, em 1º lugar, para o Conselho Deliberativo do clube A Hebraica.

Ao longo de sua carreira, Floriano exerceu importantes funções nas três esferas de governo: Federal (1995-2002), Estadual (2003-2004) e Municipal (2005-2008). Em Brasília, aos 26 anos, atuou no Grupo Interministerial sobre Propriedade Intelectual do Ministério da Indústria, Comércio e Turismo. Foi Subchefe para Assuntos Parlamentares da Casa Civil da Presidência da República e, no Ministério da Educação, Diretor de Projetos da Secretaria de Educação Superior, onde criou e implantou o Programa de Financiamento Estudantil (FIES), que substituiu o programa brasileiro de crédito educativo (CREDUC).

Também foi Secretário do Programa Nacional de Bolsa Escola, o primeiro programa nacional de transferência de renda que deu origem aos programas sociais do atual governo. Foi ainda conselheiro da Comissão Especial constituída pelo Conselho de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana, para acompanhar denúncias de exploração do trabalho forçado, trabalho infantil e outras formas de violação de direitos, do Ministério da Justiça, e Conselheiro do Conselho Nacional de Assistência Social (CNAS), do Ministério da Previdência e Assistência Social.

Em 2003, após oito anos morando na capital federal, Floriano retornou a São Paulo, onde foi Secretário Adjunto da Casa Civil do Governo do Estado de São Paulo, Secretário Executivo do Comitê de Qualidade da Gestão Pública e Coordenador do Comitê Gestor de Política Social, criado para formular e coordenar políticas, programas e ações sociais do Governo do Estado.

Em seu último período de trabalho, Floriano ocupou o cargo de Secretário Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social da cidade de São Paulo. Como executivo atuou em importantes conselhos de administração de empresas, tais como da Companhia Metropolitana de Habitação de São Paulo (COHAB), da Empresa Municipal de Urbanização de São Paulo (EMURB), da Companhia de Processamento de Dados do Estado de São Paulo (PRODESP), da Imprensa Oficial do Estado de São Paulo (IMESP) e do Desenvolvimento Rodoviário S/A (DERSA).

Na pasta da Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (SMADS), Floriano criou um modelo inovador de gestão social, implantando os programas São Paulo Protege e Ação Família - Viver em Comunidade, além do lançamento da inédita campanha “Dê mais que esmola, dê futuro”, que afastou do trabalho infantil mais de 2 mil crianças da capital. No final de 2008, o sociólogo lançou o livro “O Futuro no Presente – Por uma São Paulo mais humana e participativa”, no qual relata sua experiência como secretário municipal.

EM BRASÍLIA 
Governo FHC (1995-2002):

  • Diretor de Projetos do Ensino Superior - Ministério da Educação
  • Secretário Nacional do Bolsa-Escola Federal - Ministério da Educação
  • Conselho Nacional da Assistência Social – CNAS

EM SÃO PAULO 
Governo Alckmin (2003-2004)

  • Secretário-adjunto da Casa Civil do Governo do Estado

Governo Serra/ Kassab (2005-2008)

  • Secretário Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social

CRIOU E IMPLANTOU

  • FIES – Financiamento Estudantil
  • Bolsa Escola Federal
  • Programa São Paulo Protege
  • Programa Ação Família – viver em comunidade
  • Campanha “Dê mais que Esmola. Dê Futuro”.

ARTIGOS PUBLICADOS


Floriano Pesaro publicou diversos artigos nos principais jornais e revistas brasileiros, como:
“Um compromisso de todos”, na Folha de S. Paulo, em 29/12/2010.
“Fim de jogo para o trabalho infantil”, no Diário de S. Paulo, em 10/09/2010.
“A sombra do terrorismo”, em autoria conjunta com Walter Feldman, no Diário de S. Paulo, em 13/08/2010.
“Mais árvores, mais manutenção”, na Revista City Penha, em agosto/ 2010 (ed. 40). 
“Colapso verde adiante”, no Diário de S. Paulo, em 16/06/2010.
“Lixo como matéria-prima”, na Revista City Penha, em junho/ 2010 (ed. 38). 
“Aposta na coleta seletiva”, no Diário de S. Paulo, em 04/05/2010.
“Oportunidades iguais na educação inclusiva”, na Folha de S. Paulo, em 14/04/2010.
“Coleta de lixo com horário marcado”, no Jornal do Interior, em abril/ 2010.
“Coleta de lixo com horário marcado”, na Revista City Penha, em março/ 2010 (ed. 35).
“Trabalho infantil não dá futuro”, na Revista da LBV, em 08/09/2009.
“Educação integral para criança sem infância”, na Revista City Penha, em setembro/ 2009 (ed. 31).
- “Por que a população de rua tem aumentado”, no Jornal Zona Sul, em 19/06/2009. 
“Trabalho infantil é um soco no estômago”, na Folha de S.Paulo, em 23/04/2009.
“A soberania no Legislativo”, no Jornal da Tarde, em 16/02/2009.
“As Ferramentas do Trabalho Infantil”, no Jornal da Tarde, em 27/12/2008.
“O Trabalho Infantil e o Futuro do País”, na Folha de S.Paulo, em 12/06/2008.
“Hoje e sempre, não ao trabalho infantil”, na Folha de S. Paulo, em 12/06/2007. 
“Morador de rua – o que fazer?”, em autoria conjunta com Andrea Matarazzo, no O Estado de S.Paulo, em 09/05/2007. 
“É preciso superar os limites – O Bolsa Família é um programa assistencialista? SIM”, na Folha de S. Paulo, em 28/10/2006.
“Esmola e criança”, no Jornal da Tarde, em 09/08/2006.
“Não dê esmola, dê futuro”, na Folha de S. Paulo, em 04/07/2006.
“Não dê esmola, dê futuro”, na Folha de S. Paulo, em 20/10/2005.

Fonte: Portal da CMSP