Vereadora Juliana Cardoso aprova lei que cria Parque Fazenda da Juta e Kassab diz não

05/09/2011 19:37

O Diário Oficial do Município do último sábado, dia 3, publicou o veto do prefeito Kassab para a criação do Parque Fazenda da Juta, no Sapopemba. As diretrizes para a instalação do novo parque constavam do Projeto de Lei (PL) 437/09, de autoria da vereadora Juliana Cardoso. O projeto foi aprovado em segunda votação pela Câmara Municipal no dia 2 de agosto. O veto contraria a promessa eleitoral de Kassab de “concluir o Programa 100 Parques com a construção de mais 34, elevando de 15 milhões de m² para 50 milhões de m² de área verde protegida municipal”.

 

A criação do Parque Municipal na Fazenda da Juta, traria benefícios ao Sapopemba, tão carente de áreas de lazer e de preservação do verde. O Sapopemba é o distrito mais populoso da cidade com 290 mil habitantes. De acordo com a Secretaria Municipal de Planejamento, o Sapopemba possui apenas 2,32 m² de área verde por habitante. O mínimo recomendado pela Organização das Nações Unidas (ONU) é de 12 m² por habitante.

 

O terreno com pouco mais de 150 mil m² está situado na confluência da Rua Augustin Luberti com a Rua André Thevet e Rua Luca Confaliti. A área possui cobertura vegetal com remanescentes da Mata Atlântica e vocação natural para se tornar parque público. O Projeto de Lei estabelecia os atrativos para o futuro parque como equipamentos de playground, trilhas para lazer e desenvolvimento de estudos ambientais, área de recreação para pessoas da terceira idade, ciclovia com guarda de bicicletas, pista de caminhada, quadras para práticas esportivas, sala da administração e sanitários públicos, posto avançado da Guarda Civil Metropolitana (GCM), além de viveiro de plantas, privilegiando mudas de espécies nativas da flora local para plantio no próprio parque e distribuição para escolas e moradores da região.

 

“O novo parque não traria apenas benefícios ambientais, mas principalmente sociais, pois a grande maioria da população do Sapopemba é de baixa renda”, comenta a vereadora Juliana Cardoso. “No Sapopemba faltam equipamentos sociais e de lazer que permitiam uma maior convivência comunitária dos moradores”.

 

O Sapopemba é o distrito mais populoso da cidade com 290 mil habitantes. O bairro da Fazenda da Juta surgiu na década de 80 a partir da luta dos movimentos sociais por habitações populares.  A região de Sapopemba abriga grandes conjuntos habitacionais como a própria Fazenda da Juta, além do Promorar e Teotônio Vilela, mas exibe índices preocupantes em termos de qualidade de vida.

 

Segundo classificação elaborada pelo Núcleo de Estudos e Pesquisas de Seguridade e Assistência Social da PUC-SP o Sapopemba ocupa do 25º lugar no ranking de exclusão social dentre os 96 distritos da cidade. Ainda, em termos de qualidade de vida para os jovens, conforme o Centro de Estudos de Cultura Contemporânea, o distrito está em 77º lugar.

 

Numa das justificativas para vetar o parque, a Secretaria do Verde e Meio Ambiente alegou que “há consideráveis divergências sobre a localização precisa e respectivos limites da área, que requerem estudos mais aprofundados para o equacionamento da questão”. 

 

Fonte: Site oficial da vereadora Juliana Cardoso (PT)