Vereador Ushitaro Kamia responde nossa mensagem sobre desvios de donativos

06/05/2011 14:38

 

Enquanto vereador de São Paulo e em respeito aos amigos, eleitores e profissionais de imprensa que se pautam pela ética, sinto-me no dever de comentar sobre a reportagem, veiculada no dia 04 de maio, na rádio Bandeirantes. A matéria, feita a partir de um telefonema, onde quem ligou dizia querer ajudar uma família carente, tratou de uma doação que só teria sido feita a uma entidade - pela Defesa Civil de São Paulo - por atender a um pedido meu.

Embora a reportagem tenha provocado alguma indignação, quem se encarregou (dia 04 de maio em entrevista à emissora e dia 5 de maio em audiência na Câmara de São Paulo) de esclarecer o caso, de forma corajosa, foi o ex-comandante dos Bombeiros da Polícia Militar de São Paulo – Jair Paca de Lima, que hoje é coordenador da Defesa Civil na cidade de São Paulo.

O agora coronel reformado da Polícia Militar, cuja história de heroísmo está escrita na sua atuação em atendimento aos flagelados das catástrofes naturais no Estado de São Paulo, não deixou dúvidas sobre os critérios para a entrega de aproximadamente 250kg de mantimentos ao Instituto Oriente-Ocidente e muito menos sobre como funciona a Defesa Civil paulista e paulistana. Afirmou ainda que as doações para as vítimas das chuvas foram tanto para a região serrana do Estado do Rio de Janeiro como também para a cidade de São Paulo, como por exemplo, para a Oriente-Ocidente. “Nunca atendi pedido de nenhum dos senhores vereadores. Atendo, até como missão, às necessidades das entidades, desde que estejam legalizadas e cadastradas”, disse durante a reunião solicitada pelo líder do governo, na Câmara Municipal de São Paulo.

E reafirmo à toda a imprensa que meu mandato realmente auxilia esta e outras instituições de cunho social comprovado, reconhecidas até por entidades internacionais, tanto na comunidade nipo-brasileira como nas demais. Pena que a boa intenção – em citar nossa atuação nesta área – de uma funcionária (concursada) da prefeitura paulistana tenha sido manipulada para nos prejudicar.

E já que parte da imprensa voltou a tocar naquele caso (sobre propriedade e valor de um imóvel na Zona Norte da Capital), aproveito a oportunidade para lembrar que – em 2009 – por unanimidade dos votos, fui absolvido pelo Tribunal Regional eleitoral e pela Câmara Municipal de São Paulo. O promotor, não satisfeito, recorreu ao Supremo Tribunal Federal, onde i processo foi arquivado por não existir nenhuma fraude. Tanto é verdade que, na ocasião, a Receita Federal foi notificada e também apurou o assunto e não foi encontrada nenhuma irregularidade. Só tenho a lamentar, pois, essas informações, a mídia não noticiou.

Vereador USHITARO KAMIA

-----Mensagem original-----
De: ADOTE UM VEREADOR - SP [mailto:adoteumvereador@uol.com.br]
Enviada em: quarta-feira, 4 de maio de 2011 17:04
Para: Ushitaro Kamia
Assunto: Desvio de donativos

Prezado Vereador,

Como não é a primeira vez que seu nome está envolvido em escândalos, gostaria de sua manifestação a respeito da reportagem exibida na Rádio Bandeirantes.

Aguardamos uma  resposta com a devida urgência.

Grato pela atenção!

Alecir Macedo

Adote um Vereador