Telhada convoca PMs para forçar votação de homenagem à Rota

02/09/2013 20:09

Do Blog de Diego Zanchetta

Em sua quarta tentativa de aprovar uma “Salva de Prata” para as Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (Rota), o vereador Coronel Telhada (PSDB) convocou PMs e familiares a comparecerem amanhã (03/09) à sessão na Câmara Municipal de São Paulo, a partir das 15 horas.

Por três tentativas, a homenagem ficou pendente de votação ao não conseguir voto favorável de 37 dos 55 vereadores. Isso ocorreu após o vereador Toninho Vespoli (PSOL) pedir votação nominal, o que forçou a bancada do PT, a maior da Casa com 11 vereadores, a votar contra o projeto.

Amanhã a “Salva de Prata” estará na pauta de novo, e as galerias do plenário devem estar lotadas de ativistas contrários à proposta e de PMs da Rota favoráveis. Hoje ativistas percorreram os corredores do Palácio Anchieta e grudaram na porta dos gabinetes um cartaz demarcando quem votou contra ou a favor da homenagem à Rota.

Abaixo a carta do Coronel Telhada divulgada nas redes sociais e para seus amigos e os cartazes dos ativistas contrários à homenagem à Rota:

CARTA DE TELHADA DE CONVOCAÇÃO À PM

“Prezado amigo:
Na próxima 3ª feira, dia 03 de setembro, com início às 15:00 horas teremos em Sessão Plenária aqui na Câmara Municipal de São Paulo mais uma votação para homenagear a ROTA com uma Salva de Prata.
Apesar de quase já termos quase conseguido o numero mínimo de 37 vereadores que votem a favor do projeto, ainda estamos sofrendo forte resistência do PT e do PSOL para resolver logo o problema, os quais inclusive têm trazido para o Plenário indivíduos que são totalmente contrários à ROTA (acho que dá para imaginar o motivo…).
Pelo exposto convido o amigo a comparecer na referida data e horário para, pessoalmente, prestigiar nosso querido e sagrado BTA na concessão da referida homenagem, solicitando inclusive que faça a mobilização de familiares e esposas para estarem presentes e juntos vencermos mais essa etapa contra os que não querem a lei e da ordem.
Conto com seu apoio pois ele é muito importante para nós.
Grande abraço.
Coronel Telhada.”

CARTAZ COLADO POR ATIVISTAS NOS GABINETES DE QUEM VOTOU A FAVOR DA HOMENAGEM À ROTA

Cartaz colado nos gabinetes de 36 vereadores que votaram a favor da “Salva de Prata” à Rota

O vereador Toninho Vespoli (PSOL), com o apoio da petista Juliana Cardoso, promete pedir verificação nominal novamente amanhã. Juliana defendeu que a bancada do PT votasse “não” ao projeto e venceu a posição do líder de governo Arselino Tatto (PT), que defendia a abstenção dos petistas no momento da votação da homenagem.

Por causa dos embates criados pela homenagem à Rota, o governo não consegue aprovar um pacote de isenções fiscais que será criado para ajudar no desenvolvimento da zona leste.

O líder do PSDB, Floriano Pesaro, já avisou que nada mais será votado na Casa enquanto o projeto de Telhada não for aprovado. Ele argumenta que cada parlamentar tem direito a propor oito homenagens durante os quatro anos de mandato.

A tendência amanhã é de que a “Salva de Prata” seja finalmente aprovada. Na quarta-feira a homenagem não passou por apenas 1 voto, mas dois ausentes que eram votos favoráveis (Coronel Conte Lopes, do PTB, e Aurélio Miguel, do PR) vão estar hoje no plenário.