Solidão na Câmara Municipal

07/03/2013 07:58

A ausência da população paulistana para acompanhar as sessões plenárias causam um marasmo total na galeria, que o diga os dois operadores de câmeras que acompanham as sessões -ossos do ofício- e um ou dois policiais que fazem plantão por ali.

O cidadão só lembra que lá é a casa do povo quando tem alguma votação que vai de interesse a sua categoria, normalmente sindicalistas, enchem a galeria espalham faixas e protestam -quando é o caso-, terminada a discussão de seus interesses deixam o local e o marasmo toma conta novamente. Não foi o caso desta quarta-feira, 06, quando passei por lá e fiz este registro porque não tinha nenhuma discussão neste sentido em pauta.

Os vereadores alheios ao vazio da galeria, fazem seus discursos normalmente dirigindo-se a seus pares e aos telespectadores da TV Câmara, tinha um que  que citava os leitores do Diário Oficial -onde também me incluo- sem ao menos lançar um olhar para a galeria completamente vazia. Vazia não, eu e as pessoas citadas acima estávamos lá.

Vez ou outra aparece alguém interessado em algumas fotos da mesa, registram e se vão em questão de minutos.

É o retrato da falta de cidadania na metrópole paulistana.

 

Alecir Macedo

Integrante da Rede Adote um Vereador