Secretário pede participação no projeto “São Paulo 2040”

17/11/2011 05:02

RenattodSousa
O secretário de Desenvolvimento Urbano de São Paulo, Miguel Bucalem, esteve na Câmara Municipal nesta quarta-feira para apresentar aos vereadores o projeto “São Paulo 2040 – A cidade que queremos”. Trata-se de um plano estratégico do Executivo que tem como objetivo mapear ações que serão implantadas para melhorar o desenvolvimento da cidade de São Paulo até ao ano de 2040.

“Vim aqui fazer um convite à Câmara para que todos os vereadores participem dessa discussão. Trata-se de uma oportunidade muito importante para pensarmos o futuro da cidade de São Paulo. Não se trata de um projeto apenas de uma gestão, mas de algo que a sociedade tem da abraçar de forma ampla, para o pleno desenvolvimento do município”, disse Bucalem.

O Executivo pretende com o plano orientar uma ampla transformação da cidade, apontando para novas formas de organização social, econômica, urbana e ambiental, de forma que isso se reflita em melhores condições de vida para a população da Cidade. As estratégias estabelecidas por ele serão decididas após um longo processo de consulta a todos os setores da sociedade, que elencarão suas prioridades e desejos para o futuro de São Paulo.

Para tanto, o plano oferece um referencial geral a partir do estabelecimento de uma visão do “futuro desejado” para a cidade, ao mesmo tempo em que contribui para integrar, articular e reforçar as sinergias existentes entre as decisões setoriais e os diversos instrumentos de planejamento tais como planos diretores, planos plurianuais, orçamentos e planos setoriais.

O plano segue dois princípios: estratégico, priorizando as grandes diretrizes consensuais, objetivos abrangentes e projetos que possuem efeitos irradiadores sobre os diversos setores e que servem como catalisadores do desenvolvimento da cidade; e o territorial, pois privilegia o espaço de vida dos cidadãos, como expressão que articula as diferentes dimensões das políticas públicas, sejam elas sociais, econômicas, ambientais e culturais.

O projeto trabalha com cinco eixos principais que abrangem um grande leque de questões que interferem diretamente no desenvolvimento da cidade. Os Eixos são: coesão social, desenvolvimento urbano, melhoria ambiental, mobilidade e oportunidade de negócios.

Bucalem informou que o São Paulo 2040 ainda está em estágio inicial de elaboração e que não tem uma data certa para ser apresentado à sociedade. “O plano é um instrumento para sanar os desequilíbrios da cidade e só terá sucesso se a cidade entender que é um projeto dela, por isso necessitamos tanto da participação das pessoas. Caso contrário, não terá sustentação”, finalizou o secretário.

Fonte: Portal da CMSP