Paulistano poderá acompanhar plano de metas pela internet

28/03/2013 07:14

RenattodSousa/CMSP

PLENARIO-2732013-RttodSousa_0273-72-ABREO prefeito Fernando Haddad declarou que o Programa de Metas da sua gestão poderá ser acompanhado por um novo sistema de gerenciamento de informações que será implantado no município. A declaração foi dada durante a visita do prefeito à Câmara Municipal, nesta quarta-feira (27), para apresentar o documento aos vereadores.

“Nós estamos adaptando o melhor sistema de gerenciamento que tem no Brasil hoje, que é o sistema que eu desenvolvi no Ministério da Educação, com a minha equipe”, afirmou o prefeito. “Estamos trazendo para São Paulo. Inclusive, é o sistema recomendado pelo Tribunal de Contas da União.”

Haddad declarou que as áreas consideradas por ele como prioritárias para a cidade, nesse momento, são transporte, educação, saúde e habitação. O prefeito enfatizou que o documento não é a versão final do plano, que ainda deverá passar por 37 audiências públicas, previstas para serem realizadas na Câmara e nas diversas subprefeituras da Capital.

“Pela lei, nós temos um mês para discuti-lo e ampliá-lo, eventualmente, ouvindo sugestões da sociedade. E depois nós temos que monitorá-lo”, afirmou.

O plano

São 100 objetivos para os quatro anos de mandato que, segundo a Prefeitura, custarão até R$ 23 bilhões. As metas do atual prefeito foram divididas por sua equipe em três eixos: compromissos com os direitos sociais e civis; desenvolvimento econômico sustentável com redução das desigualdades; e gestão descentralizada, participativa e transparente.

Em números, alguns dos objetivos do atual prefeito correspondem a 750 novos leitos hospitalares, 55 mil unidades habitacionais, 150 quilômetros de corredores de ônibus e 243 creches inauguradas até 2016. Além disso, ele pretende extinguir a pobreza extrema na cidade de São Paulo, com a inclusão de mais de 200 mil pessoas no Bolsa Família, e com o estímulo a cursos técnicos.

Haddad se comprometeu a construir 43 Unidades Básicas de Saúde e três novos hospitais. Apresentou ainda como meta a implantação de conselhos populares em todas as regiões da cidade, além da criação da Subprefeitura de Sapopemba.


Confira abaixo o folheto explicativo de todas as metas do atual prefeito:

pdf_cmsp

Fonte: Portal da CMSP