Iniciativa divulga a consulta pública "Você No Parlamento"

15/07/2011 14:36

RenattodSousa
PARLAMENTO-CJ_NACIONAL-1407-2011-RenattodSousa-_01472-ABRE

Numa iniciativa conjunta, a Câmara Municipal de São Paulo (CMSP) e a Rede Nossa São Paulo realizaram, entre a última terça (12) até esta quinta (14) uma ação no Conjunto Nacional, na Avenida Paulista, para promover a campanha “Você no Parlamento”. A iniciativa pretende que moradores de São Paulo se manifestem sobre o que consideram como prioridade para a cidade. Os temas mais recorrentes citados nesta consulta vão orientar o trabalho dos vereadores nos próximos anos.

Durante a ação, os expositores abordaram as pessoas que circulavam pelo espaço, explicando o objetivo e como funciona a consulta Você no Parlamento e pedindo que colaborassem dando suas opiniões. “A participação está bem legal, as pessoas têm participado. No começo foi mais difícil porque ninguém sabia do que se tratava, mas hoje já estamos sem filipetas para distribuir. As pessoas estão se prontificando a participar nas duas versões”, disse Evelise Pereira Barboza, da Rede Nossa São Paulo.

As “versões” a que ela se refere são a impressa e a digital do questionário com os problemas da cidade que deve ser respondido pelos cidadãos. Estima-se que passem pelo Conjunto Nacional, diariamente, 40 mil pessoas. A campanha distribuiu ao todo seis mil filipetas, além de 100 questionários impressos. As respostas feitas pelo totem eletrônico que estava no local ainda não foram contabilizadas.

O questionário está disponível no site www.vocenoparlamento.org.br. Para preenchê-lo o cidadão precisa informar seu número de CPF e alguns dados pessoais. As perguntas estão divididas em 18 temas como saúde, transporte, emprego, educação e segurança. A consulta pública será encerrada no dia 15 de agosto, quando os dados começarão a ser tabulados. A divulgação dos resultados está programada para a segunda quinzena de setembro. Os organizadores da iniciativa esperam chegar à marca de um milhão de questionários preenchidos.

“Quando começamos a explicar o que é as pessoas se sentem interessadas. Elas enxergam de maneira positiva essa iniciativa. Quando percebem que a Câmara e uma ONG se preocupam com a opinião delas sobre os problemas da cidade, elas se sentem mais motivadas a participar”, completou Evelise.

Iniciativas semelhantes devem ocorrer em outros lugares da cidade, como shoppings e estações de metro. A Câmara e a Rede Nossa São Paulo esperam alcançar pessoas das mais diferentes regiões do município com isso.

 

Fonte: Portal da CMSP 

 Clique aqui e preencha o questionário você também!