Governos recuam e tarifas do transporte público voltam para R$ 3,00

19/06/2013 21:05

Em declaração conjunta, o prefeito Fernando Haddad e o governador Geraldo Alckmin anunciaram no início da noite desta quarta (19/6) que as tarifas do transporte público na cidade de São Paulo diminuirão de R$ 3,20 para R$ 3,00. Os novos valores passam a valer a partir da próxima segunda.

A declaração dos governantes acontece após a intensificação dos protestos contra o aumento, que reuniram dezenas de milhares de pessoas nos últimos dias.

Em seu pronunciamento, Alckmin enfatizou que a redução implicará na diminuição dos investimentos do Estado em outros setores. “Nós vamos ter que cortar investimentos, porque as empresas não têm como arcar com esses custos”.

Haddad enfatizou que trata-se de um “gesto de aproximação, de abertura, de democracia”. Para o prefeito, ainda é preciso discutir a sustentabilidade do sistema, pois manter a tarifa congelada representará um custo de R$ 2,5 bilhões até 2016. “Temos que explicar as consequências desse gasto para o futuro da cidade”, declarou.

Desde o início do mês, o Movimento Passe Livre (MPL) têm promovido atos contra o aumento, que abrangeu os sistemas de ônibus, metrô e trem do município. O maior deles, ocorrido na última segunda, reuniu cerca de 100 mil pessoas, de acordo com o MPL – nas contas do Datafolha, foram 65 mil.

Fonte: Portal da CMSP