Gestão Haddad vai dar subsídio de R$ 25 mil para empresas de tecnologia e comunicação

05/06/2013 19:20

Do Blog do Diego Zanchetta

Por 35 votos favoráveis e 9 contrários, a Câmara Municipal de São Paulo autorizou nesta quarta-feira, por volta das 19 horas, o início do Programa para a Valorização das Iniciativas Tecnológicas, batizado de “Vai-TEC”. Agora a Prefeitura vai dar subsídio de R$ 25 mil para pequenas e médias empresas que apresentarem projetos inovadores nas áreas de Comunicação e Tecnologia da Informação.

A sessão realizada à tarde para a aprovação do projeto foi tumultuada e teve mais de quatro horas de discussões. Para vereadores da oposição, a gestão do prefeito Fernando Haddad (PT) quer se valer do novo programa para transferir recursos públicos para aliados petistas em entidades e pequenas empresas, principalmente na área de Comunicação.

“O projeto é do começo ao final uma transferência de recursos públicos para atividades de fins políticos. Estamos dando um cartão corporativo para o pessoal petista usar na cidade”, atacou o líder do PSDB, Floriano Pesaro.

O Vai-TEC será administrado pela Agência São Paulo de Desenvolvimento, cuja autorização para a criação também foi aprovada pelos vereadores. “O que o PT vai ter agora é uma OS (organização social) para fazer negócios”, emendou Andrea Matarazzo (PSDB).

Mas as críticas da oposição não surtiram efeito. Mais uma vez, a base governista do PT atropelou as tentativas de adiamento de votação feitas pelos parlamentares tucanos e por Gilberto Natalini (PV).

O subsídio do governo do Vai-TEC será concedido apenas para pessoas ou empresas que estejam há pelo menos dois anos na capital, argumentam os líderes da base do PT. “O programa é um avanço e um incentivo para o pequeno empreendedor paulistano”, discursou Paulo Fiorilo (PT).

Para receber os R$ 25 mil do Vai-TEC, o morador da capital vai submeter seu projeto a uma comissão de avaliação, composta por quatro integrantes da Prefeitura e por quatro representantes indicados pelo Conselho Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação. Pelo menos uma vez por ano o governo vai realizar um chamamento público de propostas interessadas em obter o subsídio.

É algo que já acontece na área da Cultura, por exemplo, com teatros e coletivos artísticos que conseguem captar recursos e celebrar convênios com o governo municipal.

Votação do Programa Vai-TEC nesta quarta-feira (05) na Câmara Municipal: base de Haddad mais uma vez atropelou oposição