Verdadeiro final de feira na Câmara Municipal

26/11/2014 16:49

Por: Alecir Macedo - Integrante da Rede Adote Um Vereador

Nos últimos tempos o clima na Câmara Municipal é de um verdadeiro final de feira

Sem acordos a base aliada do prefeito, liderada pelo vereador Arselino Tatto (PT), não consegue sequer quórum para abertura e manutenção de uma sessão extraordinária. 
 
Nem o ultimato do Líder intimidou sua base, o  jornal O Estado de São Paulo publicou uma matéria no dia de ontem -leia aqui- onde o vereador dá um ultimato aos integrantes da base. “Quem tem participação no governo tem de ter responsabilidade. Amanhã (terça-feira, 25) tem de descer (dos gabinetes) e votar. Se não quer votar, que caia fora do governo”, não surtiu efeito.
 
O áudio abaixo mostra a tentativa de manutenção da sessão extraordinária, onde o principal objetivo era votar o PL 201/2014. Aberta a sessão com 30 vereadores presentes, o Presidente José Américo (PT) tentou aprovar um requerimento de permanência do PL e o vereador Coronel Telhada (PSDB) solicitou votação nominal, o que encerrou a sessão por falta de quórum.
 
Ouça o áudio para sentir o clima na Casa de Leis, na tentativa desesperada de conseguir quórum o presidente transformou o plenário em um verdadeiro programa de auditório ao  estilo do "quem quer dinheiro":