Corregedoria da Câmara vai investigar Aurélio Miguel

21/02/2013 19:26

A Corregedoria da Câmara Municipal de São Paulo acatou o pedido de investigação feita pelo vereador Toninho Vespoli (PSOL) nesta quarta-feira e abrirá processo para investigar as denúncias feitas pelo Ministério Público Estadual (MPE) contra o vereador Aurélio Miguel.

O parlamentar é suspeito de receber dinheiro para beneficiar empreendimentos imobiliários e não denunciar esquema de concessão ilegal de alvarás para empreendimentos de grande porte, principalmente shoppings.

“As acusações feitas pelo Ministério Público são gravíssimas. Acho que abre um precedente para que investiguemos aqui na Casa”, disse Vespoli. “O nobre vereador vai ter condições de se defender amplamente, acho que até mais do que na Justiça. Acho até que se eu estivesse na posição dele acharia melhor, porque eu poderia ter voz e meios de mostrar todos os documentos para poder me defender”, disse.

Nos próximos dias, a Corregedoria fará sua primeira reunião para analisar o caso e tomar as providências cabíveis, segundo o regimento da Câmara.

A assessoria do vereador Aurélio Miguel disse que ele não iria se pronunciar.

Corregedoria
Presidida pelo vereador Rubens Calvo (PMDB), a Corregedoria da Câmara é composta pelos vereadores Alfredinho (PT), Mário Covas Neto (PSDB), Milton Leite (bloco parlamentar PR/DEM), Roberto Trípoli (PV) e Adilson Amadeu (PTB).

 

Fonte: Portal da CMSP