Corregedoria envia decisão ao plenário da Câmara

03/06/2011 10:20

 

A Corregedoria da Câmara Municipal de São Paulo decidiu nesta quinta-feira encaminhar ao plenário da Casa parecer sobre os três processos abertos neste ano. Dois deles preveem até perda do mandato e o outro, suspensão temporária das atividades parlamentares.

O parecer apresentado pelo vereador Celso Jatene (PTB), relator da denúncia contra o vereador Ushitaro Kamia (DEM), prevê até perda do mandato por conduta irregular administrativa. Kamia é denunciado por suposto desvio de donativos e uso indevido de carro oficial.

Parecer do corregedor Antonio Carlos Rodrigues (PR), relator do processo contra o vereador Netinho de Paula (PC do B), prevê a suspensão temporária das atividades legislativas por um período mínimo de 30 dias e máximo de 90 dias. O parlamentar é denunciado por apresentar notas fiscais supostamente irregulares à Câmara Municipal.

Wadih Mutran (PP), relator do processo contra o vereador Antônio Goulart (PMDB), apresentou parecer que prevê até perda do mandato do parlamentar por possível quebra de decoro parlamentar. Goulart é denunciado por ter contratado serviços gráficos de empresa na qual sua mulher foi sócia.

Todos os pareceres serão encaminhados para o plenário, que deverá decidir sobre a admissibilidade das denúncias na próxima terça-feira, dia 7. A decisão será feita por meio de votação por maioria simples (28 votos). Caso sejam aceitos, os processos voltam à Corregedoria para instrução.  

 

Fonte: Portal da CMSP