Corregedoria da Câmara decide manter processo contra Antonio Goulart

17/03/2011 21:18

 A Corregedoria da Câmara decidiu continuar o processo contra o vice-presidente Antonio Goulart (PMDB), acusado de gastar mais de R$ 37 mil em verbas numa gráfica que tem como sócia a mulher dele. O relator, Ricardo Teixeira (PSDB), deu parecer contrário, mas foi derrotado na votação. O vereador Wadih Mutran (PP) será o novo relator. O vice tem cinco dias para apresentar defesa. O MP-SP também abrirá processos cível e criminal contra ele. Goulart negou a acusação e disse que apresentará provas. Na próxima semana vence o prazo de defesa de Netinho de Paula (PC do B), no caso do uso de notas frias para justificar despesas.

Fonte: Rádio CBN/SP