Consulta pública "Você no Parlamento" é aberta à população

15/06/2011 16:57

 

Foi aberta nesta quarta-feira a consulta pública "Você no Parlamento", que ouvirá os moradores de São Paulo sobre o que consideram prioridade para a cidade. Os temas mais votados orientarão os trabalhos dos 55 vereadores da Câmara Municipal neste e no próximo ano.

O questionário está disponível no site do "Você no Parlamento", no endereço www.vocenoparlamento.org.br. Basta fornecer o número do CPF e preencher algumas informações pessoais.

As perguntas estão divididas em 18 temas, como saúde, transporte, emprego, educação e segurança, entre outros. O tempo estimado para responder a todas elas é de 15 minutos.  

A consulta pública será encerrada no dia 15 de agosto, quando os dados começarão a ser tabulados com a ajuda do Ibope. A divulgação dos resultados está programada para a segunda quinzena de setembro.

De acordo com Cris Lopes, coordenadora do programa, os resultados abordarão as atribuições da Câmara em três dimensões: prioridades eleitas que podem e devem transformar-se em projetos de lei; prioridades eleitas que podem e devem transformar-se em emendas ao Orçamento para 2012; e prioridades eleitas que podem e devem transformar-se em ações legislativas de fiscalização do Poder Executivo.

AÇÃO INÉDITA
O "Você no Parlamento" é fruto de uma parceria entre a Câmara Municipal e a Rede Nossa São Paulo. No lançamento da campanha, o presidente da Casa, vereador José Police Neto, disse que o desafio é chegar à marca de 1 milhão de questionários preenchidos.

As perguntas da pesquisa foram elaboradas por um conselho técnico composto por professores e coordenadores de instituições como USP, FGV, Escola de Governo e Ibope, além da Câmara e da Rede Nossa São Paulo.

Os dados do Irbem (Indicadores de Referência de Bem Estar no Município) — levantamento realizado com o intuito de diagnosticar os itens mais importantes para a qualidade de vida na capital — foram o ponto de partida para a redação do questionário.

 

Fonte: Portal da CMSP 

Clique aqui e acesse o questionário!