Comissões extraordinárias definem presidentes e vices

30/03/2011 11:36

As Comissões Extraordinárias Permanentes de Defesa dos Direitos Humanos, Cidadania, Segurança Pública e Relações Internacionais; do Idoso e Assistência Social; do Meio Ambiente; e da Defesa dos Direitos da Criança, Adolescente e Juventude definiram nesta terça-feira os vereadores que ocuparão os cargos de presidente e vice-presidente.

Em votação realizada na Câmara Municipal, quem assume a liderança da Comissão do Meio Ambiente é o vereador Gilberto Natalini (PSDB). "Estou muito feliz por ocupar esse cargo porque há cinco anos desenvolvo trabalhos relacionados com problemas ambientais. Vamos tratar de ampliar o verde em São Paulo, a recuperação de nossos rios, o problema da emissão de gases que acabam contribuindo para o efeito estufa e incentivar a reciclagem", disse. A escolha do vice-presidente foi marcada para a próxima reunião.

Já a Comissão de Defesa dos Direitos Humanos, Cidadania, Segurança Pública e Relações Internacionais terá como presidente o vereador Jamil Murad (PCdoB) e Ítalo Cardoso (PT) como vice. Segundo Murad, essa comissão é fundamental porque representa a luta pela democracia. "Vamos trabalhar para corresponder às expectativas do povo em relação a direitos fundamentais de cada um, como liberdade e democracia. Tudo isso é fundamental para o progresso do Brasil", declarou.

Já o vereador Claudio Prado (PDT) assume a Comissão do Idoso e Assistência Social ao lado de Anibal de Freitas (PSDB), como vice. "Vamos trabalhar em projetos para que os idosos sejam respeitados e tenham a qualidade de vida que merecem. Uma das principais ações é criar uma Secretaria Municipal do Idoso", disse Prado.

 

Para presidir a Comissão de Defesa dos Direitos da Criança, Adolescente e Juventude foi eleito Alfredo Alves Cavalcante, o Alfredinho (PT). O vereador terá o apoio de Edir Sales (DEM), que ocupará o cargo de vice-presidente. “Além de retomar alguns projetos discutidos no ano passado, vamos tratar de resolver os principais problemas do dia a dia como a falta de creches e as vagas nas escolas. Neste ano, também teremos a eleição para conselheiros do Conselho Tutelar e, com certeza, esse tema estará em pauta", explicou Alfredinho. 

 

Fonte: Portal da CMSP