Caminhada da CMSP visita marcos culturais da cidade de São Paulo

18/04/2011 13:54

Ricardo Moreno/CMSP
Ricardo Moreno/CMSP

Cerca de 100 pessoas participaram na manhã deste domingo da 4ª Caminhada da Câmara Municipal de São Paulo, cujo tema foi "Educação e Cultura no Centro Novo", e visitaram mais de dez pontos históricos da cidade.

O roteiro da caminhada foi elaborado pelo guia de turismo Laércio Cardoso de Carvalho. “Pensei quais eram os principais locais relacionados com o tema e que as pessoas não percebem por conta da correria do dia a dia. Essa caminhada é uma oportunidade de despertar a população para as belezas que existem nas cidades e o quanto isso faz parte da história delas”, explicou.

A primeira parada foi no Novotel Jaraguá, na rua Martins Fontes. O local já sediou redações e os parques gráficos dos jornais O Estado de S.Paulo e Diário de São Paulo. No local, os participantes pararam para fazer um abraço simbólico no painel "Imprensa", de Di Cavalcanti. “Essa obra de arte ainda conserva suas características naturais. Nós devemos ajudar na preservação destes locais que fazem parte da cultura de São Paulo”, disse o presidente da Câmara Municipal, José Police Neto (PSDB), que também participou do evento.

O vereador Claudio Prado (PDT) explicou que a caminhada é uma forma de estimular a população a preservar a história da cidade. “Estes locais são pontos históricos que precisam continuar como símbolo de São Paulo. O passeio também faz com que a gente conheça mais sobre os locais.”

O roteiro passou ainda pela Praça Dom José Gaspar, com destaque para a Biblioteca Municipal Mário de Andrade e as esculturas em homenagem a grandes escritores, como Cervantes, Goethe, Camões e Dante; pela rua Sete de Abril, onde já funcionaram o Museu de Arte de São Paulo (Masp), a Biblioteca Municipal e o Museu de Arte Moderna (MAM); pela Praça da República e Largo do Arouche.

Participantes
A caminhada reuniu casais, crianças, idosos e famílias. É o caso de Larissa Serra Lopes, 21 anos, estagiária do cerimonial da Câmara Municipal, e Willy Nonato, 23 anos, analista de suprimentos. O casal levantou cedo e visitou locais que nunca tinham ido. “Foi ela quem me convidou e achei que essa seria uma ótima oportunidade para conhecer, por exemplo, a biblioteca. Estou gostando muito”, disse Nonato.

A estudante Sophia Police, 7 anos, ficou admirada com as construções. “Sempre passei por aqui com os meus pais, mas estou achando muito legal caminhar e ouvir sobre a história. É tudo muito bonito”, disse Sophia.

A aposentada Benedita Rodrigues de Azevedo, 79 anos, participou pela segunda vez. “É maravilhoso esse passeio. Vou vir em todas que tiver”, afirmou.

Alguns dos participantes, além de aproveitar o passeio, também estavam trabalhando. É o caso do técnico em prótese dentária Claudio Vieira, 41 anos. “Faço parte do Movimento Adote um Vereador, que fiscaliza o trabalho deles. Trouxe a minha filha e a minha esposa para o passeio, mas estou observando tudo o que os vereadores estão fazendo”, explicou. “Esse projeto é ótimo porque estreita as relações entre o político e o cidadão e ainda estimula a comunidade a cuidar do que é seu”, concluiu.

Durante o trajeto, muitas pessoas – entre elas as que faziam caminhadas, passeavam com os cachorros ou prestigiavam a Virada Cultural – paravam e ouviam as explicações.

Próxima caminhada 

A 5ª edição da Caminhada da Câmara Municipal será realizada no dia 29 de maio e terá como tema "Lutas e Conquistas Sociais". A participação é gratuita e não é necessário se inscrever. 

 

Fonte: Portal da CMSP