Câmara, a serviço da Prefeitura, rejeita CPI da Controlar e não convoca secretário Eduardo Jorge

01/12/2011 06:26

 

Com menos de 1/3 dos Vereadores da casa fazendo oposição, todo e qualquer projeto do Executivo é aprovado sem problemas. Parece que a troca de favores entre o Prefeito e Vereadores pesa muito nas decisões da casa, em véspera de ano eleitoral o medo de ter favores negados pelas Subprefeituras e o confronto com grandes empreiteiras - que patrocinam a maioria dos partidos -  faz com que os vereadores entrem na onda do Executivo, se transformem em um rolo compressor a seviço de quem deveriam fiscalizar e exigir mais rigor na aplicação do dinheiro público.

Desde 2009, inicio desta legislatura, não se vota um projeto na sessão ordinária. São projetos vetados pelo  Prefeito a espera de apreciação de veto pelo plenário, são pautados diariamente e sequer inicia-se alguma discussão. 

O caso Controlar vem apenas mostrar como está funcionando a "Casa do Povo", com certeza não é esta a função daqueles que foram colocados lá para fiscalizar e legislar em favor da população.

Ouça a reportagem levada ao ar pela Rádio CBN:

 

 

Alecir Macedo

Integrante da Rede Adote um Vereador