Ambiente: comissão vistoria represas Guarapiranga e Billings

16/05/2011 17:31

 

Marcelo Ximenez/CMSP
Marcelo Ximenez/CMSP

A partir da esquerda.: os veredores Floriano Pesaro (PSDB), Ítalo Cardoso (PT), e o coordenador da Operação Defesa das Águas e secretário municipal de Segurança Urbana, Edson Ortega 

A Comissão Extraordinária Permanente do Meio Ambiente vistoriou nesta segunda-feira a região das represas Guarapiranga e Billings para analisar o andamento do projeto Operação Defesa das Águas – parceria entre prefeitura e governo para proteger as áreas de mananciais da Região Metropolitana de São Paulo – e o Programa Córrego Limpo, que é uma ação do poder executivo com a Sabesp para despoluir rios e córregos de São Paulo.

Os vereadores integrantes da comissão fizeram um sobrevôo pelas duas represas para acompanhar o andamento das obras e realizaram uma vistoria de barco pela Guarapiranga. “Percebemos na Billings que a operação está fazendo intervenções no sentido de retirar invasões irregulares, nos bairros Grajaú, Cantinho do Céu e próximas ao SESC Interlagos. Nestes locais, estão sendo construídos parques e áreas para lazer, como ciclovias”, afirmou o presidente da Comissão, vereador Gilberto Natalini (sem partido).

Segundo Natalini, na Guarapiranga a intervenção é maior. Serão construídos cinco parques, totalizando uma área de 2 milhões de metros quadrados. “É um projeto grande. No entanto, já percebemos um resultado positivo em relação a situação de antes”, explicou o presidente da Comissão Extraordinária Permanente do Meio Ambiente.

Os vereadores Natalini, Sandra Tadeu (DEM), Floriano Pesaro (PSDB) e Ítalo Cardoso (PT) foram acompanhados pelo coordenador da Operação Defesa das Águas e secretário municipal de Segurança Urbana, Edson Ortega.

Em relação ao andamento do Programa Córrego Limpo, Natalini afirmou que as obras estão um pouco devagar. “Serão feitas várias intervenções nos sete córregos para impedir o despejo do esgoto nos locais. As obras estão acontecendo, mas deveriam estar mais avançadas” 

 

Fonte: Portal da CMSP