Ambiente: comissão visita pátio de inspeção veicular

02/05/2011 17:17

Kátia Kazedani
controlar

A Comissão Extraordinária Permanente do Meio Ambiente visitou nesta segunda-feira o pátio da Barra Funda da Controlar, empresa responsável pela inspeção veicular ambiental em São Paulo. A vistoria teve como objetivo fiscalizar os trabalhos da empresa.

"Viemos até aqui para ver como é feita a inspeção veicular e não constatamos nenhum tipo de problema técnico. No entanto, uma parte da frota da cidade não compareceu à inspeção, e precisamos pensar em uma forma de esse trabalho atingir todos os veículos", afirmou Gilberto Natalini (sem partido), presidente da comissão. "Eu, como médico e ambientalista, sei o quanto a poluição prejudica a saúde da população", concluiu.

Os vereadores Natalini e Antonio Carlos Rodrigues (PR) foram recebidos por uma equipe da Controlar, que explicou o funcionamento da inspeção veicular e a importância deste trabalho. Os membros da Comissão do Meio Ambiente também acompanharam a realização da vistoria em um carro.

Segundo Rodrigues, a inspeção veicular é algo muito bom para o meio ambiente. "A empresa tem uma excelente estrutura, não imaginava que era assim. Muitos pensam que essa é apenas uma taxa a mais. No entanto, hoje pudemos perceber a seriedade dos trabalhos e o quanto isso pode ajudar o meio ambiente", declarou.

Inspeção veicular
A Controlar vistoriou no ano passado cerca de três milhões de veículos de uma frota de seis milhões. Sendo assim, uma parte ainda continua circulando de maneira irregular pela cidade. "Falta ainda um pouco de conscientização ambiental. Quando a pessoa traz o veículo, ela está exercendo um papel importante de cidadania", afirmou o diretor-presidente da Controlar, Harald Peter Zwetkoff.

De acordo com os dados da empresa, 92% dos carros avaliados no ano passado foram aprovados.

Para realizar a inspeção veicular, a Controlar oferece um sistema de agendamento, centros distribuídos em todas as regiões de São Paulo e segurança do sistema. "Hoje temos 0,5% de reclamações. A nossa meta é ter 0%, e para isso estamos investindo em aprendizado e adequando todas as solicitações", explicou Zwetkoff.

Poluição em São Paulo

De acordo com o Laboratório de Poluição Atmosférica Experimental da Universidade de São Paulo, cerca de 20 pessoas morrem por dia por conta da poluição. E São Paulo tem níveis três vezes acima do limite permitido pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

 

Fonte: Portal da CMSP