‘Você no Parlamento’: saúde e transporte são prioridades

11/10/2011 19:31

RenattodSousa
RenattodSousa

A Câmara Municipal e a Rede Nossa São Paulo apresentaram nesta terça-feira (11) o resultado da consulta pública “Você no Parlamento”, realizada entre os meses de junho e setembro. Os itens mais votados pelos participantes tratam de medidas que agilizem o atendimento em hospitais e priorize o transporte coletivo — diminuindo o tempo de espera e otimizando a pontualidade nos terminais e pontos de ônibus. As alternativas foram assinaladas respectivamente por 75,24% e 77,41% dos participantes.

“Não se trata de consulta apenas pela consulta. Queremos que esse resultado tenha consequências práticas na elaboração da proposta de orçamento, dos Projetos de Lei e na fiscalização das ações do Executivo”, disse Oded Grajew, coordenador da Rede Nossa São Paulo. Os resultados da consulta pública serão entregues a todos os 55 vereadores, para que possam utilizar as informações para balizar sua atuação parlamentar.

A consulta foi realizada por meio de questionários, que poderiam ser respondidos pela internet ou em material impresso. Por meio deles, os cidadãos opinaram sobre quais medidas consideram mais importantes para melhorar as áreas de saúde, educação, meio ambiente, transporte e mobilidade, habitação, cultura e transparência e participação política, entre outras. No total, 18 temas relacionados à qualidade de vida dos munícipes foram abordados na consulta “Você no Parlamento”.

"Tiraremos desse questionário observações concretas que auxiliarão no aperfeiçoamento de proposituras que já estejam em andamento ou que ainda serão criadas. Uma iniciativa como essa dá à população a capacidade não só de reclamar, mas de orientar a atividade legislativa”, disse o vereador José Police Neto (PSD), presidente da Câmara.

A pesquisa, que tomou como base os Indicadores de Referência de Bem-Estar no Município (IRBEM), foi elaborada pela Rede Nossa São Paulo e já foi aplicada em outras medidas de avaliação da satisfação da população da cidade, e contou com a participação de 33.430 pessoas de todas as regiões da cidade.

A maioria dos participantes da consulta pública foi formada por mulheres, 54,88%. No quesito escolaridade, 79,83 % tem no mínimo o ensino médio completo. No quesito renda, das pessoas que responderam à consulta 61,82% ganham entre dois e 20 salários mínimos. A maior participação veio da Zona Sul da cidade, com 29,18% das respostas.

“É a primeira vez que temos algo tão rico, com tantos detalhes sobre a cidade. Tiramos daí informações importantes que podem auxiliar em diversos aspectos. São resultados robustos e que permitem que as demandas sejam trabalhadas regionalmente, instituindo ações do poder publico localizadas de acordo com as respostas indicadas pela população”, disse Márcia Cavallari, diretora executiva de atendimento e planejamento do IBOPE Inteligência, que auxiliou na contabilização das respostas.

Confira a íntegra dos dados:

Você no Parlamento

Fonte: Portal da CMSP